Guerra mexicano-americana

Em 11 de maio de 1846, James K. Polk, então presidente dos Estados Unidos (EUA), solicitava ao Congresso que declarasse guerra ao México. A guerra foi declarada em 13 de maio de 1846, dois dias após ser solicitada, durou dois anos e acabou por sequestrar todo o território mexicano da Alta Califórnia.

Em 1836, o Texas declarou sua independência em relação ao México. No primeiro momento, não houve sua anexação direta pelos EUA, em razão das tensões e possibilidade de guerra com o México. Entretanto, em 1844 com o presidente John Tyler, os EUA tomaram uma posição mais agressiva, reiniciando as negociações de anexação com a República do Texas. No começo, houve resistência interna, por temer que o novo Estado perturbasse o equilíbrio entre Norte e Sul, além de trazer risco de guerra com o México. O Tratado de Anexação só seria aprovado em 1 de março de 1845, sendo o Texas admitido em 29 de dezembro de 1845.

Descumprindo suas ameaças, o México não declarou guerra, mas as relações entre EUA e México continuaram tensas graças à política expansionista do primeiro. Após a anexação do Texas, o México declarava como fronteira natural entre os dois países o Rio Nueces, já os EUA reivindicavam como fronteira o Rio Grande mais ao sul. Em julho de 1845, Polk enviou tropas até a área entre os rios, ocupando as terras em disputa. 

Neste momento, os EUA não tinham em seu território saída para o Oceano Pacífico, sendo almejado os territórios mexicanos da Califórnia e do Novo México. Em novembro de 1845, Polk  enviou o diplomata John Slidell ao México para negociar um ajuste de fronteira e fazer uma proposta de compra aos territórios da Califórnia e do Novo México. A missão foi um fracasso.

Sem conseguir impor suas condições pacificamente ao México, Polk enviou o um exército comandado pelo general Zachary Taylor até a foz do Rio Grande. O México tomou o ato como uma clara agressão e enviou tropas através do Rio Grande. Polk declarou que a movimentação mexicana era uma invasão de solo dos EUA, e em 11 de maio de 1846, solicitou ao Congresso que declarasse guerra ao México, tendo o pedido aceito dois dias depois.

Os conflitos duraram dois anos, sendo a paz restabelecida através do Tratado de Guadalupe Hidalgo, assinado em 2 de fevereiro de 1848. No tratado todos os interesses dos EUA foram atendidos, a fronteira do Texas foi fixada no Rio Grande e os territórios da Califórnia e Novo México foram tomados pelos EUA. A contrapartida para o México foi o pagamento de US$15 milhões e a promessa de resolver todas as reivindicações de cidadãos norte-americanos contra o México. Como resultado, os EUA se consagraram como uma potência no continente americano.

guerra mexicano-americana
Representação da Batalha de Buena Vista, também conhecida como Batalha de Angostura, de 1847
Locais Envolvidos

México, EUA

Duração

1846 – 1848

Pessoas Chave

James K. Polk, Zachary Taylor, Winfield Scott, Antonio López de Santa Anna, Mariano Arista, Pedro de Ampudia

Resumo

Os conflitos duraram dois anos. Todos os interesses dos EUA foram atendidos, a fronteira do Texas foi fixada no Rio Grande e os territórios da Califórnia e Novo México foram tomados pelos EUA